22.8 C
Portel
segunda-feira, 15 agosto 2022
spot_img

Correio promove sabatina com presidenciáveis no dia 31 de maio

Correio Braziliense realiza, no próximo dia 31, uma série de sabatinas com os principais pré-candidatos à Presidência da República. A ideia é adiantar para o eleitor as propostas de cada um para os próximos quatro anos. E permitir que o cidadão possa comparar as ideias e soluções que pretendem apresentar assim que a campanha for oficializada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em agosto.

Foram convidados todos os pré-candidatos mais bem colocados nas pesquisas de intenção de voto. A sabatina terá início às 10h e será transmitida ao vivo pelo site por todas as redes sociais do Correio.

Já confirmaram presença as pré-candidatas Simone Tebet (MDB) e Vera Lúcia (PSTU), além de Ciro Gomes (PDT), Felipe D’Avila (Novo) e André Janones (Avante). Estão pendentes de confirmação o presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Luciano Bivar (União Brasil).

Sabatina Correio Braziliense
(foto: Lucas Pacífico)

Cada participante terá uma hora para responder sobre projetos de governo e planos para o Brasil lidar com alguns dos principais problemas enfrentados pela sociedade — como inflação ascendente, juros em mais de dois dígitos, desemprego em altos patamares, educação repleta de precariedades, saúde pública de má qualidade, além da violência e a crise na segurança e o avanço da pobreza. Um cenário desafiador para um país cujo crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) está praticamente estagnado nos últimos anos — chegou a registrar retração em 2021. Em 2022, a previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI) é de um crescimento de apenas 0,8%.

A previsão é de que Bolsonaro abra a sequência de debates. Em seguida, será a vez de Vera Lúcia ser sabatinada, seguida de Ciro Gomes, Felipe D’Avila, Luciano Bivar, André Janones, Lula — e Simone Tebet fecha o debate (quadro ao lado). A ordem foi definida por meio de sorteio realizado pela equipe do Correio e enviada às assessorias dos pré-candidatos.

Na avaliação de Leandro Gabiati, doutor em ciência política, as sabatinas ajudam na tarefa de esclarecer a sociedade. “O eleitor vai avaliar de acordo com valores próprios, questões subjetivas e fazer avaliação de qual candidato melhor representa a sua visão de mundo. Essas sabatinas ajudam a levar informações para que o eleitor consiga avançar na tomada de decisão”, frisou.

O professor em ciência política Valdir Pucci vê as sabatinas como “uma forma de o eleitor escolher o seu candidato a partir do que ele já fez em vez daquilo que promete fazer. Porque se um candidato prometeu e fez, há grande chance de fazer novamente”.

Comentários do Facebook

Artigos relacionados

REDES SOCIAS

3,487FãsCurtir
1,636SeguidoresSeguir
4SeguidoresSeguir
4SeguidoresSeguir
8,571SeguidoresSeguir
258SeguidoresSeguir
130InscritosInscrever
- Publicidade -spot_img

Artigos Recentes

ACESSIBILIDADE